Terça Feira, 04 Agosto 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

140 prisioneiros palestinos em greve de fome nas prisões israelenses

140 prisioneiros palestinos nas prisões israelenses iniciaram uma greve de fome aberta em protesto ao abuso e tortura das autoridades penitenciárias.

O Clube de Prisioneiros Palestinos (PPC) informou na segunda-feira que os palestinos que se aglomeram aos montes nas prisões israelenses em Rimón, Ofer e Meggido decidiram tomar uma ação de protesto, incluindo não beber água.

Os presos exigem a retirada dos inibidores de frequência instalados em algumas instalações, a autorização para o uso de telefones públicos, as visitas de parentes e o fim das medidas repressivas das autoridades penitenciárias israelenses.

“As autoridades prisionais de Israel ordenaram que a maioria dos prisioneiros palestinos fosse confinada ao confinamento solitário. 25 dos prisioneiros mencionados estão em greve de fome há uma semana ”, afirmou o PPC.

Os presos alegam que os inibidores que as autoridades israelenses colocaram em algumas prisões têm efeitos negativos sobre a saúde e pedem a remoção desses dispositivos.

O PPC denunciou que a posição das autoridades penitenciárias de Israel está enquadrada nas políticas repressivas da ocupação, que deseja usar os presos palestinos como uma carta vencedora nas eleições israelenses, a serem realizadas na terça-feira.

Israel mantém mais de 7000 prisioneiros palestinos em suas prisões. A maioria deles têm sérios problemas de saúde sem receber os cuidados necessários. Além disso, existem centenas de presos palestinos em "detenção administrativa", uma modalidade legal que permite que os palestinos sejam presos sem acusação ou julgamento por períodos de até seis meses, que podem ser estendidos um número ilimitado de vezes. 

Embora várias organizações de direitos humanos tenham denunciado abusos nas prisões israelenses, especialmente no caso de menores, não houve mudança na política desse regime e os presos continuam sendo vítimas de tortura.

Foto: homens palestinos fingem ser prisioneiros em uma prisão israelense durante uma manifestação na cidade de Gaza.

 

Fonte: Hispan TV

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.