Sábado, 25 Janeiro 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

A ocupação destrói 9 casas e as apreende ao norte de Jericó

Ontem, segunda-feira, as forças de ocupação israelenses demoliram e apreenderam nove casas em Al-Auja, norte de Jericó na Cisjordânia ocupada.

Ali habitam várias famílias dentro das 70 casas ameaçadas de serem removidas e desmontadas dentro de uma semana, embora tenha sido estabelecida pelo município e financiada pelo Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários, "OCHA".
 
Fontes afirmaram que as forças de ocupação haviam declarado Ras Al-Auja uma zona militar fechada e negado o acesso à imprensa e às equipes de direitos humanos.
 
Ela ressaltou que as demolições foram realizadas através de 200 soldados israelenses, acompanhados pelas equipes da chamada "Administração Civil" da ocupação e de seus trabalhadores e mecanismos, e invadiram o grupo beduíno "Ras Al-Auja" e começaram as demolições sem aviso prévio.
 
Ativistas palestinos indicaram que essa comunidade inclui entre 700 e 800 palestinos em cerca de 300 instalações habitacionais.
 
A ocupação rejeita o processo de construção nesta área (C) ou a expansão de qualquer edifício nela, então recorreram ao processo de restauração e melhoria de casas para torná-las seguras para viver, mas a ocupação surpreendeu o povo invadindo e iniciando o processo de demolição maciço.
 
Em conjunto com a operação de demolição, ele anunciou a ocupação da área militar, fechou-a e negou acesso a ela, e prendeu um cidadão após o ataque, além de prender um fotojornalista.
 
As forças de ocupação israelenses agrediram severamente Jaser Mahmoud Al Rashaideh (40 anos), durante a demolição de uma casa pertencente a sua família.
 
Fonte: Palestinian Information Center
Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.