Sábado, 08 Agosto 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

Agora na Palestina ocupada: outro palestino assassinado pelos militares israelenses.

O exército israelense justificou o assassinato, dizendo que o palestino teria a intenção de atropelar o exército israelense que opera em territórios palestinos ocupados. Milhares de palestinos foram mortos sob suspeitas e preconceitos de soldados israelenses.

Esta tarde, as forças de ocupação israelenses abriram fogo contra um palestino. Os militares dizem que tentaram atropelar um grupo de soldados na área de Wadi Raya, perto da cidade de Nabi Saleh, a noroeste de Ramallah.

Um porta-voz do Exército de Ocupação disse: "Recentemente, tivemos relatos de que houve uma tentativa de fuga perto de Ain Maa na área de Ramallah, onde um palestino tentou atropelar vários soldados que trabalhavam lá".

E acrescentou: "Os soldados abriram fogo para neutralizar o atacante, sem haver, no entanto, vítimas entre o exército".

Na Palestina sob ocupação, qualquer tentativa ou suspeita de resistência contra a ocupação militar é respondida com assassinatos, prisões e demolições de casas. As forças armadas israelenses acreditam que têm o poder de determinar quem comete atos criminosos e até de ler as mentes dos palestinos e estabelecer o que pensam. Absurdo!

  

Fonte: Correspondente PalestineLibre.org em Jerusalém ocupada

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.