Domingo, 27 Setembro 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Povo Palestino

Airbnb cancela oferta de alojamentos em assentamentos ilegais na Cisjordânia ocupada

Ministro da Segurança Pública de Israel, Gilad Erdan, reagiu acusando empresa de racista

Por Lúcia Rodrigues
Ibraspal

 

A Airbnb, empresa de locação de alojamentos pelo mundo, cancelou a oferta de moradias localizadas nas áreas de assentamentos ilegais na Cisjordânia ocupada.

 

A decisão foi tomada um dia antes da entidade de direitos humanos Human Rights Watch publicar informe sobre a cumplicidade da empresa com a ocupação dos territórios palestinos por colonos israelenses.

 

Além da Airbnb, a Human Rights Watch também critica a plataforma Booking.com por ajudarem os colonos dos assentamentos ilegais na Cisjordânia ocupada.

 

A entidade ressalta que as duas empresas facilitam a transferência ilegal de israelenses para esses assentamentos. “Em muitos casos, as companhias descrevem estes alojamentos como se estivessem situados em Israel, confundindo os hóspedes sobre o lugar em quem vão se alojar, além de ocultar o fato de que o dinheiro irá beneficiar os colonos (israelenses)”, acrescento trecho do informe.

Para a elaboração do comunicado, a Human Rights Watch pesquisou 139 ofertas de alojamentos localizados em assentamentos israelenses na Cisjordânia ocupada.

 

“Decidimos que deveríamos eliminar os alojamentos localizados nos assentamentos israelenses na Cisjordânia ocupada que estão no núcleo em disputa entre israelenses e palestinos”, diz trecho do texto divulgado pela Airbnb.

 

As autoridades israelenses reagiram quase instantaneamente à decisão da Airbnb de cancelar a locação de alojamentos em assentamentos ilegais, classificando a empresa como racista.

 

“Os conflitos nacionais existem em todo o mundo, a Airbnb terá de explicar porque adotou uma postura racista contra alguns cidadãos israelenses”, criticou o ministro da Segurança Pública de Israel, Gilad Erdan.

 

Com informações do Middle East Monitor

  • Gravatar - Post by
    postado por: Lúcia Rodrigues
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.