Sábado, 23 Janeiro 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Akhras: Não vou interromper minha greve até ganhar minha liberdade

O prisioneiro Maher Al-Akhras afirmou na noite de domingo sua determinação de continuar sua batalha apesar da deterioração de sua saúde até obter sua liberdade e seu retorno para sua família na cidade de Silat al-Dhahr, ao sul de Jenin.

Akhras, que está em greve há 91 dias, saudou de seu local de detenção no hospital israelense Kaplan todos aqueles que declararam solidariedade a ele na pátria e no mundo em geral.

Sua mãe e família puderam visitá-lo no domingo pela primeira vez desde sua prisão e o anúncio de sua greve de fome aberta. Ele disse ao jornal Al-Quds: “Minha condição de saúde é perigosa, mas minha moral é alta. Não vou interromper minha greve sob as decisões de ocupação e as ameaças ... seja minha liberdade ou martírio. ”

Akhras expressou sua felicidade que sua mãe, esposa e filhos entraram em seu quarto e o abraçaram após ser detido por dois dias antes de permitir que eles entrassem em seu quarto.

Ele disse: “Eu obtenho minha vontade de nosso povo palestino e das famílias de prisioneiros e mártires, porque tiramos à força nossa liberdade da ocupação e ela não nos quebrará ou nos derrotará. As posições de nosso povo em todos os lugares comigo são a melhor prova disso. ”

“Em todas as fases, nosso pessoal me deu ânimo. Obrigado a todo o nosso povo por estar comigo porque este problema não é meu caso, mas sim o problema de cada palestino que rejeita a humilhação, o insulto e a ocupação ”, acrescentou Akhras.

Akhras, que falava com bom humor e sua voz mostrava a extensão de sua dor e cansaço, concluiu sua palavra  agradecendo e cumprimentando o povo palestino, a mídia e todos que o apoiaram. Ele também elogiou todas as pessoas livres do mundo que confirmaram sua posição ao lado da verdade, da justiça e da liberdade.

 

Fonte: Palestine Responds

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.