Sábado, 23 Janeiro 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

A memória do massacre de Kafr Qasem

O massacre de Kafr Qasem em 29 de outubro de 1956 durante a agressão tripartida ao Egito e à Faixa de Gaza

Um entre os milhares de massacres cometidos contra o povo palestino, foi cometido por um grupo de guardas de fronteiras israelenses, depois de anunciar o toque de recolher na aldeia, as pessoas estavam em seus locais de trabalho fora da aldeia.

 

A aldeia foi isolada de todos os lugares, e milhares de postos de controle foram montados nas entradas da aldeia, e todos foram presos, uma pessoa voltou para sua casa e foi morta a sangue frio, onde pararam os carros que transportavam os operários e trabalhadores, sendo  obrigados a sair e liquidá-los a sangue frio. 

 

49 civis foram mortos pelo pelotão de fuzilamento, e posteriormente foi revelado o plano de deportar a área do Triângulo, esvaziar a área de seus residentes árabes e estabelecer o projeto sionista. Todos os anos, na mesma data, os moradores relembravam dolorosamente o massacre, que se tornou um dia de luto para os mártires.

 

Vale ressaltar que alguns dos responsáveis ​​pelo massacre foram levados a julgamento, e que todos foram absolvidos, exceto um que foi multado em um centavo e seguiu um provérbio que atinge um "centavo rasgado", e as conspirações e massacres contra nosso povo palestino continuam.

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.