Quarta Feira, 27 Outubro 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

BDS pede que a Palestina deixe o Fórum de Gás do Mediterrâneo Oriental

O Comitê Nacional Palestino do BDS pediu à Autoridade Palestina que cancelasse sua participação no Fórum de Gás do Mediterrâneo Oriental (EMGF), dizendo que a adesão “confirma legitimidade a Israel para roubar gás natural da costa do Mar Mediterrâneo”, relatou Anadolu.

O Coordenador Geral do comitê, Mahmoud Nawajaa, disse a repórteres ontem que a adesão da Palestina ao EMGF “dá a Israel a oportunidade de expandir a normalização com os países árabes”.

 

Egito, Israel, Grécia, Chipre, Itália e Jordânia e a Autoridade Palestina estabeleceram o EMGF em setembro de 2019, como uma organização intergovernamental que busca promover as exportações de gás natural do Mediterrâneo oriental.

 

Em 30 de junho de 2020, o governo palestino ratificou sua adesão ao fórum, mas não compareceu à cerimônia de assinatura.

 

Um membro do Comitê Central da Fatah, Abbas Zaki, também pediu à Autoridade Palestina para “retirar-se imediatamente do fórum para não dar a Israel a oportunidade de se tornar um centro regional de energia”.

 

O campo de gás Gaza Marine está localizado a 37 quilômetros da costa de Gaza e inclui uma reserva estimada de um trilhão de pés cúbicos (TCF) de gás natural. Foi descoberto em 1999 pela British Gas (BG) na sequência de um levantamento sísmico e da perfuração de dois poços de exploração.

 

Israel se recusou a permitir que os palestinos explorem o gás. No entanto, em fevereiro passado, um oficial palestino disse a Anadolu que seu país havia recebido sinais positivos de Israel com relação à possibilidade de desenvolver o campo de gás da Marinha de Gaza.

 

Fonte: Palestine Responds

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.