Sábado, 08 Agosto 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

Cuba apoia trabalho de agência da ONU para refugiados palestinos

Cuba apoia o trabalho da Agência das Nações Unidas para os Refugiados Palestinos (Unrwa), que continua seu trabalho apesar das dificuldades financeiras e das tentativas de enfraquecer seu trabalho.

O embaixador cubano Humberto Rivero denunciou no Comitê Especial da ONU sobre descolonização que alguns tentam enfraquecer o trabalho da Unrwa através de alegações de má conduta por altos funcionários desse órgão.

Mas já existe uma conclusão da investigação interna independente das Nações Unidas, na qual é determinado que não houve fraude, corrupção ou uso indevido dos fundos e que a suposta má conduta não prejudica os programas da agência.

Rivero destacou o trabalho dos trabalhadores da Unrwa, que fizeram muito com poucos recursos e conseguem levar uma mensagem de felicidade a pacientes, crianças e adultos.

Eles trabalham em condições extremas, em um ambiente muito hostil no qual enfrentam tiroteios, bombardeios, destruição e abusos da população pela força de ocupação israelense, disse ontem.

Vários governos dos países anfitriões e doadores, incluindo parceiros do Golfo Árabe, bem como organizadores regionais e internacionais, contribuíram positivamente para fornecer ajuda financeira necessária para continuar prestando assistência.

Apesar dos problemas operacionais enfrentados por essa agência após o fim das contribuições dos Estados Unidos, o seu maior contribuinte, a Unrwa continuou cumprindo seu mandato e espera-se que conclua o ano de 2019 sem déficit financeiro.

Segundo o embaixador cubano, é lamentável que aquele que foi o maior colaborador da Unrwa tenha tentado sufocar seu trabalho humanitário, usando razões absurdas, alegações insustentáveis e considerações que não têm base na história.

Tais tentativas de fazer desaparecer a Unrwa falharam e fazem parte do passado, disse Rivero e que agora é apropriado dar todo o esforço possível ao trabalho dessa instituição.

Agora, acrescentou, é feita uma tentativa de realizar uma campanha de mentiras sobre como os refugiados palestinos devem ser registrados e contados.

Sob pressão e chantagem financeira, querem subjugar o povo palestino, que demonstrou sua coragem, profundo patriotismo e convicção na justiça de sua causa ao longo de 52 anos de ocupação israelense, disse o representante cubano.

Ele também pediu aos Estados membros da ONU que mostrem vontade política para garantir um financiamento mais suficiente, previsível e sustentado para a Unrwa.

 

Fonte: Agência de Imprensa Latina

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.