Terça Feira, 04 Agosto 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

Declaração da Conferência dos Palestinos da Europa

A Conferência Palestina Europeia alegou que a posição dos EUA incentiva assentamentos e negligencia direito internacional

Quinta-feira 21-11-2019 Berlim - Bruxelas

 

A Conferência Palestina Europeia condena veementemente as declarações do Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, de que os assentamentos israelenses nos territórios palestinos não violam o direito internacional.

A Conferência alerta para a gravidade dessa posição repreensível estadunidense, que tenta dar falsa legitimidade aos assentamentos e viola o direito internacional e as resoluções internacionais relevantes.

A Conferência Europeia da Palestina na Europa vê os comentários de Pompeo na segunda-feira, 18 de novembro, como um novo episódio da série de posições do governo Donald Trump que promovem a ocupação, legalizam assentamentos, negam direitos e justiça, violam o direito internacional e resoluções internacionais relevantes.

A Conferência enfatiza que o mundo não deve tolerar essas posições americanas, que são desconsideradas pelo direito internacional, exigindo o desenvolvimento de posições europeias e internacionais que se opõem aos assentamentos israelenses. A Conferência também apela à necessidade de pôr fim a esse viés flagrante adotado pelo governo Trump em sua abordagem unilateral.

A Conferência chama a atenção para o fato de que a posição expressa pelo Secretário de Estado dos EUA contraria explicitamente o direito internacional e contradiz muitas resoluções da ONU, incluindo aquelas emitidas pelo Conselho de Segurança e pela Assembleia Geral da ONU, e ignora a afirmação do Tribunal Internacional de Justiça de que os assentamentos israelenses são ilegais.

Os comentários de Pompeo ocorreram dias depois de o Tribunal de Justiça Europeu ter decidido sobre produtos de liquidação, dizendo que os acordos violam o direito internacional.

À luz desse enorme desenvolvimento refletido nos comentários de Pompeo, a Conferência Europeia da Palestina na Europa destaca a necessidade de uma estratégia integrada diante das crescentes ameaças à questão palestina. Essas ameaças vêm acompanhadas de mais tentativas em implementar o acordo do século imposto pelo governo americano.

A Conferência afirma que o povo palestino, apesar de todos esses fracassos e disfarces de sua justa causa, continuará sua longa luta, agarrando-se aos seus direitos e aspirações inalienáveis.

 

21 de novembro de 2019

Conferência Palestina Europeia

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.