Sexta Feira, 21 Junho 2024

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Deterioração das condições de saúde do prisioneiro palestino e advertência de sua morte a qualquer momento

O Clube dos Prisioneiros Palestinos advertiu na quinta-feira sobre a morte do prisioneiro palestino Khalil Awawda, que está em greve de fome pelo 152º dia consecutivo, em protesto contra sua detenção administrativa, após relatos de uma grave deterioração de sua saúde.

O Clube dos Prisioneiros disse em uma declaração à imprensa que o prisioneiro Khalil Awawda está sujeito à morte a qualquer momento, e sua consciência perceptiva foi tão danificada que se transformou em uma espécie de "fantasma" depois que as habilidades de visão e concentração enfraqueceram.

 

A mídia hebraica israelense relatou que a saúde do prisioneiro Khalil Awawda, que está em greve de fome há 152 dias seguidos, se deteriorou seriamente.

 

Enquanto isso, o jornal israelense, Haaretz, disse que uma nova deterioração ocorreu na saúde do prisioneiro grevista, Khalil Awawdeh, que pode afetar suas habilidades cognitivas.

 

No mesmo contexto, a Associação de Prisioneiros de Wa'ed considerou a ocupação israelense totalmente responsável pela vida do prisioneiro, Khalil Awawdeh, após notícias de uma séria deterioração em sua saúde não au au au au au au au de Wa'ed.

 

A Associação Wa'ed explicou que a ocupação israelense está escondendo informações reais sobre seu estado de saúde.

 

É notável que transferir o prisioneiro Khalil Awawda para o hospital e permitir que sua família o visite está entre as exigências do movimento "Jihad Islâmica" para um cessar-fogo com o exército de ocupação israelense, que foi levado a cabo por uma mediação egípcia.

 

Na última sexta-feira, 5 de agosto de 2022, a Faixa de Gaza testemunhou uma ofensiva israelense que durou 3 dias entre o movimento Jihad Islâmico e o exército de ocupação israelense, após a ocupação ter assassinado o comandante da região norte das Brigadas Al-Quds, o mártir Taysir Al-Jabari.

 

A última agressão militar israelense contra a Faixa de Gaza resultou na morte de 47 cidadãos palestinos, incluindo 16 crianças, e no ferimento de 360 outros, cerca da metade dos quais eram mulheres e crianças. A agressão de três dias terminou com um cessar-fogo.

 

Fonte: https://daysofpalestine.ps/deteriorating-health-conditions-of-palestinian-prisoner-warning-of-his-death-any-moment/

 

  • Gravatar - Post by
    postado por: Days of Palestine
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2024 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.