Quarta Feira, 27 Outubro 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

Exército de ocupação israelense mata outro menino palestino com tiro na cabeça

Mais uma vez, os militares atiram para matar crianças desarmadas que apenas protestam contra o confisco ilegal das terras de suas famílias. Os militares usam suas armas de guerra para atirar em civis palestinos.

Soldados israelenses atiraram na cabeça do jovem palestino Ahmad Bani Shamsa na quarta-feira no norte da Cisjordânia. O menino de 15 anos foi levado ao hospital Rafidia em Nablus em estado crítico, onde foi submetido a uma cirurgia de emergência para estancar o sangramento. Extensos danos ao crânio impediram o jovem de sobreviver e ele morreu na manhã de quinta-feira.

Testemunhas disseram à mídia que Ahmad foi ferido durante um protesto de residentes da cidade de Beita, na área de Nablus, contra o estabelecimento de novos assentamentos ilegais nas terras de sua família, na colina conhecida como Jabal Sabih.

Soldados israelenses escondidos no local atiraram nele diretamente na cabeça. Houve dois tiros, uma bala de alto calibre quebrou seu crânio.

A lei internacional considera a Cisjordânia e Jerusalém Oriental como territórios ocupados e qualquer atividade de construção de assentamentos israelenses nesses territórios é ilegal. No entanto, Israel nunca respeitou a legalidade internacional e sistematicamente viola todas e cada uma das resoluções, acordos e opiniões dessas pessoas jurídicas.
 

Fonte: PalestinaLibre.org

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.