Segunda Feira, 30 Novembro 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Forças israelenses alvejam 81 prédios palestinos em outubro

As forças israelenses alvejaram 81 instalações de propriedade de palestinos, seja por meio de demolição, confisco, despejo ou notificações em outubro.

As violações mais proeminentes incidiram sobre as operações de demolição que afetaram 36 estabelecimentos, sendo 2 deles autodemolição em que os próprios proprietários foram obrigados a demolir as suas instalações, sob ameaça de multas, de acordo com um relatório mensal divulgado nesta quarta-feira pela Human Rights and Democracy Media Center SHAMS.

 

O relatório destacou que as forças israelenses confiscaram 2 estabelecimentos e os apreenderam, e notificaram 43 estabelecimentos para serem demolidos, confiscados ou evacuados. A maioria dessas instalações são educacionais, comerciais, agrícolas, recreativas e médicas.

 

Jerusalém foi a mais alta em termos de segmentação com 18 instalações, seguida por Belém com 11 estabelecimentos e depois Hebron com 10 instalações.

 

“Como essas operações que visam estabelecimentos palestinos não estão ocorrendo em uma área isolada da população, o número de pessoas afetadas por elas durante o mês de outubro chegou a 110 pessoas, entre crianças e mulheres, cujo sofrimento é maior nesses casos”, destacou o relatório.

 

Enquanto isso, as autoridades israelenses usam diferentes pretextos na tentativa de legalizar os crimes. O número de instalações demolidas, confiscadas, evacuadas ou notificadas a pretexto de construção sem licença nas Áreas C atingiu 78 estabelecimentos de 81. Dois estabelecimentos foram confiscados a pretexto da sua proximidade ao Muro do Apartheid e outro como punição coletiva, em violação do direito internacional contra as famílias pela resistência nacional de seus membros.

 

"A autodemolição é um tipo de opressão complexa e centralizada. Os cidadãos palestinos, a grande maioria dos quais são Jerusalém, são forçados a demolir suas casas e instalações, sob a ameaça de receber pesadas multas caso não o façam," o relatório declarou.

 

Fonte: Safa

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.