Segunda Feira, 22 Outubro 2018

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Israel já prendeu mais de dois mil palestinos este ano

Militares alegam que detidos participam da resistência à ocupação


Por Lúcia Rodrigues

Ibraspal



As forças de repressão israelenses prenderam 2.187 palestinos na Cisjordânia ocupada entre janeiro e agosto deste ano, segundo a agência de notícias da Palestina Quds Press.



Uma fonte militar sionista relatou que o Exército de Israel também teria confiscado 25 veículos, 120 mil shekels (moeda local equivalente a 35 mil dólares), além da apreensão de quatro tornos mecânicos durante o período.



Em setembro foram mais 184 prisões, além do confisco de outros dois tornos e da apreensão de mais 48 mil shekels.  



Nessa terça, 8, as forças de repressão que ocupam a Cisjordânia anunciaram a detenção de mais 19 palestinos. A alegação é sempre a mesma. Afirmam que estão envolvidos na resistência anti-ocupação.



Os militares realizam ações de captura diariamente contra palestinos. A agressão de parentes que tentam proteger os entes da mira dos soldados também é cotidiana. Não importa se são idosos ou mulheres. A agressão é contundente.



No mês passado, soldados espancaram brutalmente Muhammad Al-Khatib quando invadiram sua casa. O palestino morreu em função dos ferimentos provocados pelos militares.


Desde 1967, quando Israel invadiu Jerusalém Oriental, já foram realizadas aproximadamente 800 mil prisões de palestinos. 

 

Com informações do Middle East Monitor

  • Gravatar - Post by
    postado por: Lúcia Rodrigues
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2018 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.