Domingo, 20 Outubro 2019

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

Israel retira câmera de vigilância antes da intervenção da ONU

Os soldados israelenses retiraram uma câmera de vigilância colocada na fronteira em resposta à intervenção das Forças de Paz da ONU no Líbano (UNIFIL) posicionadas na área.

Uma declaração do porta-voz dos capacetes azuis, Andrea Tenenti, afirma que em 25 de setembro a UNIFIL recebeu informações do Exército Libanês sobre a instalação do dispositivo em um antigo túnel na Linha Azul, a fronteira de fato. 

Os comandantes contingentes da ONU se comunicaram com autoridades israelenses e libanesas em um esforço para mitigar as tensões notórias entre Tel Aviv e Beirute.

No dia seguinte, o exército israelense removeu a câmera, embora Tenenti tenha dito que uma investigação está em andamento para determinar quando foi instalada.

A nota enviada pelo porta-voz elogia o mecanismo de ligação e coordenação entre os dois lados, que neste caso funcionou rapidamente e impediu que a disputa atingisse tons mais altos.

Em setembro, as tensões ao longo da Linha Azul traçadas pela ONU em 2006 atingiram seus níveis mais altos em anos, após o colapso de dois drones israelenses em um bairro no sul de Beirute e um ataque às posições do Hizbulah na Síria que causou duas mortes.

O Partido de Deus respondeu com a destruição de um veículo militar israelense e Tel Aviv explodiu com fogo de artilharia contra o território libanês, após o que tudo voltou a se acalmar.

No entanto, o regime israelense não cessa em suas provocações. Na quarta-feira recorreu a um veículo robótico para remover os sinais do Hizbulah e do Movimento Amal da cerca entre os dois territórios. 

Controlado à distância, o dispositivo entrou em uma área de fronteira e abaixou duas bandeiras penduradas, enquanto um avião de vigilância supervisionava a operação.

 

Fonte: Agência de Imprensa Latina

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2019 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.