Sábado, 07 Dezembro 2019

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Israel retira proibição de importação de vacinas para a Palestina

As pressões palestinas e internacionais levaram Israel a recuar em sua decisão de impedir que os palestinos importem vacinas, exceto em países permitidos por Tel Aviv, informou hoje o ministro da Saúde, May Kailah

Israel havia decidido proibir a entrada de vacinas na Palestina, exceto em países determinados pelas autoridades de ocupação, o que significou um aumento significativo no custo financeiro para o governo palestino e a interrupção do programa de vacinação.

A manchete Kailah agradeceu em uma conferência de imprensa a pressão exercida a esse respeito pela comunidade internacional, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o próprio Ministério da Saúde da Palestina. 

O ministro ressaltou que isso garantiria a continuidade do programa nacional de vacinação na Palestina, que segundo a OMS a Organização Mundial da Saúde era um dos mais eficazes no Oriente Médio e erradicou doenças como pólio, intoxicação neonatal e varíola, além de reduzir a incidência de outras, como hepatite B, sarampo, rubéola e coqueluche.

 

Fonte: Agencia Prensa Latina

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2019 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.