Segunda Feira, 22 Outubro 2018

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Israelenses matam mais seis palestinos, dois eram crianças; Mortos sobem a 202

Quatro paramédicos e dois jornalistas também foram feridos pelos soldados

Por Lúcia Rodrigues
Ibraspal



Os soldados israelenses voltaram a matar palestinos nesta sexta-feira, 28, durante os protestos da Grande Marcha do Retorno, na fronteira da Faixa de Gaza.



Seis palestinos perderam a vida atingidos por balas disparadas por militares sionistas. Dois deles eram meninos. Nasser Azmi Musabeh, 12 anos, e Mohammed Nayef Al-Houm, 14 anos.

 


 

Iyad Khalil Ahmed Al-Sa'er, 18 anos, Mohammed Ali Mohammed Anshasi, 18 anos, Mohammed Waleed Mustafa Haniya, 23 anos, Mohammed Bassam Mohammed Shasha, 24 anos, são as outras vítimas.


 

As seis mortes desta sexta-feira elevam o número de óbitos de palestinos executados durante os protestos pacíficos, iniciados em 30 de março, para 202. O número de feridos desde então já ultrapassa os 20.500.



Só nesta sexta, o Ministério da Saúde da Palestina informou que mais 506 pessoas foram feridas pelas forças de repressão israelenses, 90 delas baleadas, sendo que destas, três estão hospitalizadas em estado grave.



Os números divulgados pelo Ministério apontam ainda que quatro paramédicos que prestavam socorros também foram feridos, assim como dois jornalistas que atuavam na cobertura dos protestos.

 



Quatro mulheres e 35 crianças e adolescentes também foram feridos pelos militares sionistas quando participavam da manifestação pacífica na fronteira da Faixa de Gaza.

 

Com informações de Quds News e Palestina Live

 

  • Gravatar - Post by
    postado por: Lúcia Rodrigues
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2018 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.