Sábado, 23 Janeiro 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

Mais de 300 prisioneiros se preparam para greve de fome na prisão de Ofer

O Centro Handala para Prisioneiros e Ex-prisioneiros políticos,relatou na segunda-feira 21 de setembro de 2020 que mais de 300 prisioneiros na prisão israelense Ofer estão se preparando para entrar em uma greve de fome ilimitada.

O centro afirmou em nota que a greve está programada para começar na próxima quinta-feira em protesto contra os crimes em curso da administração penitenciária contra prisioneiros, além de sua exposição às duras condições de encarceramento.

Desde a morte de seu companheiro de prisão, Dawood Al-Khatib, no dia 2 de setembro de 2020, os prisioneiros na prisão de Ofer têm sido submetidos a repressões quase diárias. Além disso, houve dezenas de feridos registrados entre os presos como resultado de serem pulverizados com gás, e torturados sendo espancados severamente, e tendo cães policiais durante as operações de ataque e tortura.

Em resposta, os prisioneiros em Ofer tomaram medidas de protesto nos últimos dias e a administração da prisão respondeu com mais repressão e incursões. Além disso, a administração transferiu 34 presos.

O número de presos em Ofer é de cerca de 850 e eles enfrentam um aumento no número de pessoas infectadas com o coronavírus, que atingiu quase 24 presos.

As autoridades israelenses de ocupação mantêm mais de cinco mil palestinos em suas prisões, incluindo crianças, e os colocam em detenção e em condições de vida desprovidas dos mais baixos padrões de higiene e saneamento.

O serviço penitenciário israelense e suas forças aumentaram as incursões nas prisões desde o início do ano passado, que testemunhou a repressão mais violenta em anos, e continuou essa prática durante o ano de 2020.

 

Fonte: The Palestinian Information Center

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.