Segunda Feira, 10 Dezembro 2018

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Mudança de Embaixada de Tel Aviv para Jerusalém fere resoluções da ONU

Instituto Brasil Palestina repudia ameaça feita por Eduardo Bolsonaro

Por Lúcia Rodrigues
Ibraspal



A ameaça de transferência da Embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém, feita por Eduardo Bolsonaro nesta terça-feira, 27, nos Estados Unidos, é uma clara afronta às resoluções da ONU, a Organização das Nações Unidas.



A Resolução 478, do Conselho de Segurança da ONU, por exemplo, aprovada em agosto de 1980, tornou nula a lei israelense que determinava que Jerusalém era capital de Israel.



O texto, aprovado por 14 votos a favor  e nenhum contra, apenas os Estados Unidos se abstiveram na votação, ressalta que a lei israelense viola o direito internacional e a Quarta Convenção de Genebra. O Conselho propôs na Resolução que todos os Estados-membros da ONU retirassem suas representações diplomáticas da cidade.



Mesmo assim Eduardo Bolsonaro voltou a repetir a ameaça feita por seu pai, Jair Bolsonaro. Antes de reafirmar o desejo de mudar o local da embaixada brasileira, ele se reuniu com o genro de Donald Trump, o conselheiro da Casa Branca, Jared Kushner.



“A questão não é perguntar se vai, a questão é perguntar quando será (feita a transferência)”, respondeu ao ser indagado pela mídia.



Os países árabes estão entre os maiores compradores dos alimentos produzidos pelo agronegócio brasileiro. De acordo com números do próprio governo, até setembro deste ano o Brasil exportou U$ 13,4 bilhões para o bloco.

 

Se Bolsonaro efetivar a ameaça, os negócios do setor, que representa parcela expressiva do PIB brasileiro, serão afetados.



Até o momento, apenas Estados Unidos e Guatemala transferiram suas representações diplomáticas para Jerusalém, na Cisjordânia ocupada.



A mudança gerou uma série de protestos pelo mundo. Na Palestina as manifestações foram duramente reprimidas pelos militares israelenses gerando dezenas de mortos.



O Ibraspal repudia mais esse ataque feito pela família Bolsonaro contra a Palestina.

  • Gravatar - Post by
    postado por: Lúcia Rodrigues
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2018 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.