Segunda Feira, 16 Setembro 2019

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Netanyahu autoriza colonos a ocuparem casa palestina em Hebron

O Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu autorizou posseiros israelenses a ocuparem uma casa palestina a cerca de cem metros da Mesquita Abraâmica (Túmulo dos Patriarcas), na cidade ocupada de Hebron (Al-Khalil), segundo informações divulgadas ontem (8) pela rede de notícias Arab48.

Nesta quinta-feira (5), em visita à cidade de Hebron, Cisjordânia, Netanyahu alegou que a casa em questão é propriedade israelense, pois a Administração Civil de Israel afirma que um grupo de colonos a comprou legalmente em meados de 2015.

Os colonos se apossaram da propriedade histórica palestina, chamada de Casa Machpela, ainda antes da suposta compra, em 2012.

Em 2012, a Administração Civil determinou que os colonos não possuíam evidências suficientes que comprovassem a compra. As famílias foram, portanto, removidas do local, segundo o jornal Times of Israel. Desde então, a propriedade foi declarada zona militar fechada.

A organização não-governamental Peace Now, que monitora a expansão de assentamentos israelenses, pediu que os colonos fossem evacuados da residência palestina, ao afirmar: “Após suas alegações de propriedade serem negadas, os colonos decidiram tomar a lei em suas próprias mãos e estabelecer um assentamento ilegal que pode gerar conflitos na região.”

É comum que Netanyahu dê ordens ao Ministério da Defesa para que atrase ou contenha a evacuação de colonos de casas ocupadas ilegalmente, mesmo quando a Administração Civil determina que não há provas de propriedade.

À medida que os colonos invadiam a propriedade palestina em questão, o rabino Uziyahu Sharbaf afirmou: “Esta casa representa a expansão dos assentamentos na cidade sagrada de Hebron, cidade de nossos avós.” E acrescentou: “Iremos nos expandir aqui e essa será nossa resposta àqueles que nos atacam e matam.”

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2019 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.