Segunda Feira, 28 Setembro 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Povo Palestino

Novas contaminações por Covid-19 na Palestina, incluindo uma criança de 3 meses de idade

As novas contaminações pelo vírus Corona, continuaram a ser registradas para pessoas que tiveram contato com um trabalhador infectado que retornava das áreas de 1948, dias após que as áreas palestinas estavam livres de qualquer contágio, o que alerta para o aumento da curva de infecção nos próximos dias, já que entre os contaminados havia uma criança de três meses. Enquanto o Ministro da Saúde anunciou que a província de Nablus se uniu às províncias livres do vírus, depois de se recuperar de todas as infecções nele contidas.

Infectados, incluindo um bebê:

O ministro da Saúde, May Alkila, anunciou a estabilidade da saúde da criança infectada pelo vírus Corona, de Beit Ula, que havia sido internado em terapia intensiva no domingo. A equipe médica o tratou intensamente desde a noite de domingo, até às seis da manhã de segunda-feira, até que seu estado estava estável, observando que a infecção foi transmitida ao bebê pelo pai, que também foi contaminado, pois o mesmo trabalhava nas áreas de 1948.

Alkila anunciou, na noite de domingo, que cinco novos casos de contaminação pelo vírus Corona foram registradas, por ter tido contato com o trabalhador que anunciou o seu caso de infecção na noite de sábado, e indicou que entre os contaminados havia uma criança de cinco anos de idade, e disse que esses resultados foram divulgados após ter sido feito os teste,  das pessoas que tiveram contato com o trabalhador infectado. Mais uma vez, ela pediu aos cidadãos que adotem medidas preventivas e de segurança, evitem as visitas sociais e aglomerações, além do comprometimento dos trabalhadores com a quarentena após terem vindo da região da Palestina ocupada.

Isso eleva o número de infetados  registrados na Palestina para 560 pessoas; enquanto o número de casos de recuperação alcançou 452 casos, ou 81,4% do total de contaminados registrados. Cidade de Jerusalém, 8 nos subúrbios de Jerusalém, 30 na província de Hebron, 2 na província de Nablus e 4 casos nas províncias do sul.

Ela ressaltou que o número de províncias livres do vírus Corona aumentou para 9 após a recuperação do último caso de infectado em Nablus, de modo que as províncias vazias, juntamente com a última província que registrou a recuperação dos os infectados. São as províncias de,Tulkarm Tubas, Jericó, Al-Aghwar, Qalqilya, Jenin, Belém, Salfit, Ramallah e Al-Bireh.

 

O alto número de mortes nas comunidades:

No contexto, o Ministério das Relações Exteriores declarou em um novo relatório que o número de mortes entre comunidades palestinas no exterior devido ao vírus atingiu; 85 mortes, 1525 contaminados  e 703 casos de recuperação, onde uma morte foi registrada entre a comunidade Palestina  nos Estados Unidos da América, a senhora Rasmia Abdel Qader Shalaby (78 anos) residente de Nova Jersey. Outro caso foi registrado entre a comunidade Palestina  na Arábia Saudita, o senhor Muhammad Hassan Temraz (62 anos) teve complicações devido ao vírus, o ministério da saúde anunciou que a morte de Muhammad Dakhal-Allah(80 anos) foi devido ao vírus, que é membro da comunidade Palestina na Dinamarca, além de registrar uma morte na Nicarágua para o cidadão Fawzi Muhammad, 72 anos.

O Ministro de Relações Internacionais, Riyad Al-Malki, emitiu uma circular às embaixadas do Estado da Palestina sobre os esforços adicionais para cuidar das condições de saúde e de vida das comunidades, refugiados, estudantes e viajantes, sobre os esforços oficiais palestinos feitos na comunicação com os países vizinhos para obter as aprovações necessárias para abrir aeroportos e passagens para repatriar estudantes e turistas. A liderança Palestina está trabalhando intensamente.

Al-Maliki enfatizou em sua circular que os dados de anúncios sobre viagens de repatriação para estudantes e pessoas em viagens, em qualquer país pertencem apenas ao ministério e ao ministro, a fim de controlar as notícias, e sua credibilidade e sob a responsabilidade do ministério em seu acompanhamento, especialmente que os dados e anúncios emitidos sem a aprovação da central causem impressões falsas podendo aumentar os problemas, e elevando as expectativas, não apenas entre os estudantes e os presos políticos, mas também entre seus parentes, o que constitui uma situação de confusão que não é consistente, o acompanhamento do ministério que está trabalhando e organizado à questão dos presos políticos  de seus retorno, e enfatizou a necessidade de total conformidade com estas instruções.

No âmbito do trabalho contínuo para fornecer os melhores serviços consulares aos cidadãos palestinos nessas circunstâncias particularmente difíceis, Al-Maliki instruiu a reabrir os escritórios de certificação nas províncias não infectadas de Nablus, Jenin e Belém, das 10h às 13h, para fornecer serviços consulares de todos os tipos aos cidadãos A fim de facilitar aos estudantes que desejam se matricular em universidades em vários países do mundo.

No contexto, a equipe preocupada em acompanhar o trabalho do comitê técnico sobre os desenvolvimentos do "Corona" anunciou que estava tomando as providências necessárias para entrar em outras  negociações  no Reino Hachemita da Jordânia, que estava programado para entrada na Palestina no domingo, mas sua entrada foi adiada posteriormente, devido à falta de conclusão da coordenação necessária para atravessá-los. Para a Faixa de Gaza.

Vale ressaltar que o embaixador chinês na Palestina, Guo Wei, anunciou que uma equipe médica chinesa chegará à Palestina no final deste mês para contribuir com os esforços, para erradicar o vírus Corona e disse que a assistência médica chinesa chegará à Palestina nos próximos dias, que são máscaras. E dispositivos de medição de temperatura e testes rápido para detectar os contaminados com o vírus, e ele ressaltou que essa ajuda chegará através da embaixada palestina na China, enfatizando que seu país fornecerá todas as facilidades para garantir a chegada rápida dessa ajuda.

Ele explicou que entrará em coordenação com o Ministério da Saúde Palestina para providenciar todas as medidas relacionadas ao estabelecimento da delegação médica composta por 10 especialistas, esperando que isso ajude o Ministério da Saúde palestino a combater essa pandemia.

 

Ramallah homenageia os combatentes do vírus

Ontem, a governadora de Ramallah e Al-Bireh, Leila Ghanem, homenageou todos aqueles que contribuíram para apoiar o hospital "Hugo Chavez", dedicado ao tratamento de pessoas infectadas com o vírus "Corona", de instituições e atividades no leste de Ramallah, elogiando a equipe médica, que estendeu uma mão amiga para ajudar o hospital e os internos. Os pacientes têm os melhores serviços sob essa pandemia.

Ela ressaltou que, apesar da recuperação de todos os casos na província, a crise ainda não terminou, indicando a necessidade de cautela por todos os cidadãos nos próximos dias, e a adesão às instruções e ao protocolo de saúde para preservar a segurança de todos.

No contexto do acompanhamento dos procedimentos de emergência, a polícia retirou as cartas de condução de 20 motoristas de veículos públicos por não aderirem às medidas preventivas, e preventivas para limitar a propagação do vírus “Corona” na cidade de Ramallah, e o Departamento de Relações Públicas deu a Informação que polícia  irá  continuar a trabalhar através das fiscalizações contínua e intensificadas,  para garantir o compromisso dos cidadãos palestinos sob as medidas preventivas para impedir a propagação do vírus Corona, apreenderam os motoristas de veículos públicos e civis que não aderiram aos procedimentos e os encaminharão para a acusação no tribunal, exortando os cidadãos a aderirem a todas as medidas e precauções necessárias, a fim de manter a segurança da nação e da sociedade Palestina contra a propagação do vírus "Corona".

As agências governamentais responsáveis, ​​estão perto de impor um fechamento abrangente em todas as áreas da Cisjordânia, no último dia do Ramadã, até o final do feriado do Eid, desde que o comitê de emergência avalie a situação novamente após esse período, podendo ser necessário as mudanças nos quadros   trabalho e prorrogar o fechamento para evitar novas contaminações pelo Covid-19. Especialmente com o retorno de milhares de trabalhadores.

 

Gaza alerta para aglomeração

Em Gaza, onde as agências governamentais estão indo para facilitar os procedimentos de emergência, abrindo mesquitas durante os últimos dias do Ramadã e realizar as orações de sexta-feira, porta-voz do Ministério da Saúde, Ashraf al-Qidra, disse que as medidas de precaução e acompanhamento diário contribuíram para que o setor de Gaza estivesse livre do vírus Corona até o momento, Mas ele disse que a possibilidade do surgimento de casos permanece, apesar de todas as medidas de segurança, apontando que o número total de contaminados  pelo vírus Corona em Gaza se estabilizou em 20 casos desde abril passado e que 16 deles se recuperaram da doença.

Ele também explicou que a equipe de resposta do Departamento de Medicina Preventiva continuou a retirar 488 amostras sanguíneas para serem testados nos laboratório,  das pessoas com sintomas na Palestina que se encaminhamos aos centros de quarentena, no último lote como parte da primeira etapa de exame laboratorial para verificar sua segurança e indicou que o Ministério da Saúde segue 1566 testes  em 16 centros de quarentena, dos quais 108 estão doentes Na necessidade de cuidados de saúde especializados nos hospitais de Assadaka, Ashifa e Nasser.

Ele alertou contra a aglomeração nos mercados de Gaza e em locais públicos, e disse estar preocupado, devido às negligência, é um dever de todos os cidadãos a serem cautelosos e aderirem a medidas preventivas, a usar máscaras, a fazer uso da distância  necessária,limpar as mãos e não sair de casa sem ser uma necessidade absoluta.

Al-Qudra apontou que o que alguns países do mundo estão fazendo para reduzir suas medidas cautelares, não significa necessariamente que a pandemia terminou sem a descoberta de vacinação, tratamento eficaz ou mudança no comportamento do vírus, enfatizando que a situação na Faixa de Gaza está passando por uma fase crítica devido ao bloqueio israelense contínuo e à falta de medicamentos, Mais uma vez, pedimos às autoridades envolvidas que respondam imediatamente e não diminuam o atendimento às necessidades urgentes de medicamentos, consumíveis médicos, materiais de testes de laboratório, leitos de terapia intensiva e respiradores artificiais para combater a pandemia de Corona.

O Ministério das Doações (Awqaf) na Faixa de Gaza anunciou que examinou um conjunto de propostas para realizar as orações de sexta-feira e as estudou com o Ministério da Saúde e as autoridades competentes na administração da pandemia do vírus Corona, e com estudiosos religiosos no Conselho Fiqh Al-ijtihad, e que concordou em abrir mesquitas gradualmente para realizar apenas as orações de sexta-feira. A partir da sexta-feira de 29 do Ramadã, correspondente a 22 de maio, desde que ore ao meio-dia nos seus lares pessoas doentes, idosos com doenças crônicas e no final de sua quarentena de saúde, e quem teme por si mesmo a doença, as mulheres e as crianças com idade inferior, desde que a oração do Eid al-Fitr seja conduzida de acordo com os mesmos procedimentos que serão realizados as orações de sexta-feira.

O Ministério enfatizou a necessidade de os adoradores aderirem aos procedimentos preventivos prescritos pelas autoridades competentes para realizar as orações de sexta-feira e do Eid como um “dever religioso que não pode ser negligenciado”, o mais importante dos quais é o espaçamento entre os adoradores, usando máscaras, deixando o aperto de mão, acompanhando o tapete de oração, fechando locais públicos de ablução e sem aglomerações na entrada e saída. Solicitando que a adesão a essas medidas preventivas, leva as autoridades envolvidas a estudarem a abertura de mesquitas para estabelecer os religiosos, indicando que as decisões do Ministério de Doações relacionadas à interrupção das orações nas mesquitas estão sujeitas a avaliação contínua.

 

Fonte: IBRASPAL com informações do jornal Al-Quds.

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.