Domingo, 14 Agosto 2022

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

Nove países europeus rejeitam a campanha de difamação israelense contra ONGs palestinas

Israel acusou seis das principais ONGs palestinas de "terrorismo". A verdade, porém, prevaleceu.

Hoje é um dia triste para mentirosos e caluniadores.

Nove países europeus seguiram a conclusão de representantes da União Europeia ao afirmar que não há provas que confirmem as calúnias de Israel contra as organizações por eles listadas como "terroristas" em outubro de 2021.

A nota conjunta foi assinada pelos ministérios das Relações Exteriores de França, Dinamarca, Bélgica, Espanha, Suécia, Alemanha, Irlanda, Países Baixos e Itália.

A acertada decisão tomada pelas representações diplomáticas destes países é a única possível quando são observados em boa fé os dados da realidade. Isto é o que seguem provando os relatórios produzidos por todos aqueles que investigam seriamente os horrores perpetrados pela ocupação israelense desde 1948. O desespero de Israel e seus cúmplices em calar as denúncias através de campanhas de difamação e de promoção do ódio apenas reitera a verdade contida nas denúncias que resultam do corajoso trabalho da sociedade civil palestina. Mais do que nunca, a denúncia dos crimes de Israel contra os palestinos é dever de todo aquele que, de boa fé, se debruça sobre o tema.

A expectativa agora é de que os relatórios, provas e denúncias que há décadas se acumulam na documentação objetiva e factual sobre os atos da ocupação israelense não sigam se empilhando impunemente. É preciso que dos fatos relatados resultem ações da comunidade internacional contra o Apartheid israelense, responsável diariamente por alguns dos principais crimes contra a humanidade ainda perpetrados no século XXI. Acabar com esta injustiça é um requisito central para a construção de uma paz justa e duradoura na Palestina.

 

Confira abaixo a íntegra do pronunciamento:

JOINT STATEMENT | By the Foreign Ministries of Belgium , Denmark , France , Germany , Ireland , Italy , the Netherlands , Spain and Sweden

On October 22 2021 , Israel designated six Palestinian civil society organisations as terrorist organisations . Accusations of terrorism or links to terrorist groups must always be treated with the utmost seriousness . The designations needed therefore to be assessed carefully and extensively . No substantial information was received from Israel that would justify reviewing our policy towards the
six Palestinian NGOs on the basis of the Israeli decision to designate these NGOs as ' terrorist organizations ' . Should evidence be made available to the contrary , we would act accordingly . In the absence of such evidence , we will continue our cooperation and strong support for the civil society in the OPT . A free and strong civil society is indispensable for promoting democratic values and for the two - state solution. 

[TRADUÇÃO]

DECLARAÇÃO CONJUNTA | Pelos Ministérios das Relações Exteriores da Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Holanda, Espanha e Suécia

Em 22 de outubro de 2021, Israel designou seis organizações da sociedade civil palestina como organizações terroristas. Acusações de terrorismo ou ligações a grupos terroristas devem ser sempre tratadas com a máxima seriedade. As designações precisavam, portanto, ser avaliadas cuidadosa e extensivamente. Nenhuma informação substancial foi recebida de Israel que justificasse a revisão de nossa política em relação às seis ONGs palestinas com base na decisão israelense de designar essas ONGs como 'organizações terroristas'. Caso haja evidência em contrário, agiremos de acordo. Na ausência de tais evidências, continuaremos nossa cooperação e forte apoio à sociedade civil nos TPO. Uma sociedade civil livre e forte é indispensável para promover os valores democráticos e para a solução de dois Estados.

https://twitter.com/SweMFA/status/1546872062622449666?t=syv3PSVJaWITEkf-G_vhaw&s=19

  • Gravatar - Post by
    postado por: Ibraspal
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2022 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.