Domingo, 26 Setembro 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

O Hamas condena a repressão a ativistas e a continuação da detenção do jornalista Al-Rimawi

Hamas responsabiliza a Autoridade Palestina e o governo por sua vida

O Movimento de Resistência Islâmica "Hamas" condenou a repressão pelas forças de segurança na Cisjordânia ocupada dos participantes na vigília condenando o assassinato do ativista político Nizar Banat, e a prisão de um grande número de ativistas, incluindo editores presos, professores universitários e jornalistas.

 

Em nota à imprensa na terça-feira, o movimento responsabilizou a autoridade e as presidências governamentais pela vida do jornalista Alaa al-Rimawi após sua transferência para o hospital, que enfrenta um perigo real de vida após declarar greve de fome e água devido sua prisão em Ramallah, e sua transferência para a cidade de Hebron sob o pretexto de comparecer perante o promotor da cidade.

 

O movimento saudou os Cavaleiros da Palavra Livre e os militantes dos movimentos que insistem em levar sua mensagem apesar da ameaça e da repressão, destacando que a saída do atual impasse não é pela repressão, violação das liberdades e insultos aos líderes e elites sobre o nosso povo, mas sim ouvindo a voz da razão, restaurando os direitos de seus proprietários e responsabilizando os autores.

 

Ela acrescentou que o estado de exclusividade vivido pelos órgãos executivos da autoridade abre um amplo campo para o desconhecido liderado pela repressão e perseguição contra o pano de fundo da opinião e da reivindicação dos direitos civis garantidos pela Lei Básica Palestina.

 

Fonte: Hamas

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.