Segunda Feira, 10 Dezembro 2018

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Povo Palestino

ONU reafirma necessidade de solução justa e definitiva para refugiados no Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino

Segundo a UNRWA, há mais de cinco milhões de palestinos refugiados neste momento

 

Por Lúcia Rodrigues
Ibraspal

 

Há quarenta e um anos a ONU (Organização das Nações Unidas) comemora o Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino, em 29 de novembro.

 

A data foi escolhida para a comemoração porque no mesmo dia em 1947, a Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou a Resolução 181, conhecida como a resolução da partilha.

 

O texto determinava a criação de dois Estados, um israelense e outro Palestino, com Jerusalém como um "corpo separado" e submetido a um regime internacional.

 

Mas até hoje, a Palestina luta pela consolidação de um Estado independente.

 

En 1975, a ONU incentivou a formação de um comitê para garantir ao povo palestino sua independência, soberania e livre determinação sem a ingerência externa.

 

O órgão também visava ajudar a garantir o direito de retorno aos palestinos expulsos de suas propriedades por Israel desde 1948.

 

Israel se nega a reconhecer os direitos garantidos pela ONU aos palestinos até hoje.

 

A UNRWA, a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina, ressalta que, 70 anos após a Nakba, há mais de cinco milhões de refugiados palestinos espalhados por vários países.

 

A Agência também destaca que o povo palestino é a população que está há mais tempo afastada de suas origens.

 

O tempo médio de permanência de povos deslocados à força de seus territórios gira em torno de 17 anos. No caso dos palestinos, esse tempo é multiplicado por quatro.

 

Com informações de Europe Press Agency

  • Gravatar - Post by
    postado por: Lúcia Rodrigues
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2018 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.