Segunda Feira, 20 Maio 2019

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

Organizações convocam protestos contra ‘tentativa de aniquilar “ a causa palestina

Ao aproximar o 71º aniversário da Nakba palestina, o Fórum Palestino da Grã-Bretanha pediu a todos que acreditam na liberdade e nos direitos humanos que se solidarizem com o povo palestino contra as tentativas de “aniquilar” sua causa

Em comunicado, o grupo afirmou que, desde o início da ocupação, os palestinos enfrentaram com sucesso dezenas de campanhas e planos para erradicá-los e continuarão a fazê-lo.

O apelo ocorre no contexto do vazamento de informações, pela imprensa de Israel, que revelaram detalhes do plano de paz dos Estados Unidos, apelidado de “acordo do século”, a ser divulgado no próximo mês. Os detalhes do acordo parecem revelar que os palestinos continuarão a viver sob o controle militar de Israel, ainda sujeitos ao seu domínio. Também sofrerão a perda de Jerusalém como capital e grandes faixas da Cisjordânia ocupada serão anexadas por Israel, sob os termos do acordo.

Estes termos, o fórum afirma, “constituem uma grande ameaça à causa palestina a menos que o povo do mundo livre decida tomar uma posição para confrontá-los e vencê-los.”

“O povo palestino recebe agora a ordem de aceitar a legitimidade da ocupação sionista sobre toda a Palestina, no que parece uma transação simplória, da qual os palestino adquirem o direito de viver em troca de abdicar de seus direitos, suas terras e seus lugares sagrados.”

Em resposta ao plano, o fórum chama as pessoas a protestarem contra o acordo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em apoio aos direitos humanos palestinos, no dia 11 de maio, em Londres.

“O Fórum Palestino da Grã-Bretanha também reitera seus apelos ao governo britânico para que se desculpe oficialmente ao povo palestino por seu crime histórico, manifestado na infame declaração de Balfour, além de apoiar os esforços para que os palestinos conquistem sua liberdade e direito de retorno às suas casas e terras legítimas.”

 

Fonte: Middle East Monitor

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2019 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.