Domingo, 25 Outubro 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

Os super poderes da Europa condenam a decisão de Israel em construir milhares de unidades de assentamento

As principais potências da Europa condenaram hoje a decisão de Israel em aprovar milhares de unidades habitacionais nos assentamentos ilegais dos territórios palestinos ocupados, chamando-a de uma medida "contraproducente" que mina os esforços de paz regionais.

“A expansão dos assentamentos viola o direito internacional e põe ainda mais em risco a viabilidade de uma solução de dois Estados para trazer uma paz justa e duradoura para o conflito israelense-palestino”, disse um comunicado conjunto dos ministros das Relações Exteriores da Alemanha, França e Estados Unidos, Itália e Espanha.

 

“Como enfatizamos diretamente com o governo de Israel, esta medida prejudica ainda mais os esforços para reconstruir a confiança entre as partes com vistas a retomar o diálogo”, disseram eles, pedindo a suspensão imediata da construção de assentamentos.

 

Os chanceleres disseram que a medida foi contraproducente à luz dos desdobramentos dos acordos de normalização firmados entre Israel, Emirados Árabes Unidos e Bahrein. Os acordos já foram condenados pelos palestinos. “Portanto, pedimos a suspensão imediata da construção de assentamentos, bem como dos despejos e demolições das estruturas palestinas em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia”.

 

"Pedimos a plena implementação da resolução 2334 do Conselho de Segurança da ONU com todas as suas disposições. Enfatizamos que não reconheceremos nenhuma alteração nas linhas de 4 de junho de 1967, inclusive com relação a Jerusalém, a menos que acordado entre as partes. A suspensão de planos para anexar partes dos Territórios Palestinos Ocupados devem se tornar permanentes. "

 

Fonte: Agência de notícias Wafa

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.