Sexta Feira, 19 Abril 2024

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Palestinos de Nabi Musa se sentem molestados por planos de despejo israelenses

Os residentes palestinos da área de Nabi Musa, a nordeste de Jerusalém ocupada, vivem o terror do despejo de suas casas a qualquer momento pelas forças de ocupação israelenses, apesar de uma decisão judicial israelense contrária aos planos de despejo e demolição.

As forças de ocupação israelenses invadiram recentemente a área de Nabi Musa para realizar a demolição. Entretanto, os moradores protestaram contra a ação e a impediram.

 

A comunidade de Nabi Musa está localizada a nordeste da Jerusalém ocupada, e tem sido habitada por 15 famílias, compostas por 120 pessoas, desde a ocupação da Palestina, a "Nakba", em 1948. As pessoas lá vivem em barracas e casas de lata, e trabalham na criação de gado.

 

Aterrorizando as crianças

 

Jamal Abu Dohuk, um morador da comunidade, ficou chocado depois que as forças de ocupação israelenses cercaram o local, despejaram os moradores de suas casas e separaram as mulheres e crianças dos homens no prelúdio da demolição.

 

Jamal disse que os residentes impediram as tentativas de demolição, mas as forças de ocupação israelenses prometeram voltar novamente, expressando seu medo de que as forças de ocupação retomem a demolição de suas casas a qualquer momento.

 

Abu Duhok outros residentes da área se recusam a deixá-la, não importa o custo, insistindo em ficar lá, mesmo que suas casas sejam demolidas.

 

Alternativas viáveis

 

Anan Abu Duhok ficou agitado no momento em que começou a falar sobre a demolição da comunidade ou mesmo sobre as alternativas oferecidas pelas autoridades de ocupação.

 

Abu Duhok e seus sete filhos insistem em ficar de pé em sua casa, dizendo: "Como deixar o lugar onde nasci e fui criado"!

 

"Mesmo se a ocupação demolir nossas casas, você não irá embora", disse Anan.

 

Projeto Sionista

 

O porta-voz da aldeia Al-Khan Al-Ahmar, Eid Jahalin, confirmou que a ocupação israelense está se esforçando para deslocar as aldeias e as comunidades beduínas que cercam a cidade ocupada de Jerusalém.

 

Jahalin acrescentou que o objetivo das tentativas da ocupação de demolir as aldeias e comunidades beduínas é isolar Jerusalém de outras cidades e cortar a comunicação entre o norte e o sul da Cisjordânia.

 

Ele acredita que estas tentativas visam impor uma nova realidade à região e sitiar a cidade ocupada de Jerusalém em favor da implementação do chamado projeto de assentamento "Grande Jerusalém".

 

Jahalin afirmou que os moradores das aldeias palestinas e comunidades beduínas sofrem constantemente devido a violações e assédio das forças de ocupação que trabalham 24 horas por dia para assediar os moradores dessas aldeias a fim de expulsá-los de suas casas.

 

Fonte: https://daysofpalestine.ps/palestinians-of-nabi-musa-taunted-by-israeli-eviction-plans/



  • Gravatar - Post by
    postado por: Days of Palestine
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2024 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.