Segunda Feira, 24 Fevereiro 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

PSOL repudia “plano de paz” dos EUA para a Palestina

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) repudia veementemente o novo pacto proposto pelo presidente dos EUA Donald Trump para a resolução do conflito palestino. Mascarado como plano de paz, a nova proposta de Trump ataca novamente a população da região e desrespeita inclusive a legislação internacional sobre o tema.

De forma oportunista, esta proposta foi apresentada enquanto o presidente estadunidense sofre um processo de impeachment e seu aliado israelense, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, é investigado por corrupção. Nenhum representante da Autoridade Palestina participou da construção do plano, evidenciando completamente o caráter anti-palestino da iniciativa.

Entre as propostas, temos a definição de Jerusalém como “capital indivisível” do Estado de Israel e a perspectiva de manutenção dos assentamentos sionistas nos territórios palestinos ocupados pelo exército israelense. Estes assentamentos ilegais são base política da extrema-direita israelense que apoia o primeiro-ministro Netahyahu, difusores do ódio aos árabes e mantenedores do modelo excludente que oprime a população palestina e a confina em pequenos enclaves territoriais na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.

Mais uma vez, nos solidarizamos com a população palestina e apoiamos sua heróica resistência contra a ocupação militar israelense, assim como reafirmamos também nosso apoio ao direito de retorno dos refugiados. Todo apoio à luta do povo palestino!

 

Executiva Nacional do PSOL
03 de fevereiro de 2020

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.