Sábado, 23 Janeiro 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

Relatório: Israel usa armas letais para interromper as manifestações palestinas

Uma organização internacional de direitos humanos anunciou que havia documentado o uso de armas mortais pelas autoridades de ocupação israelenses para interromper as manifestações populares palestinas, que levaram à morte de várias crianças.

A Seção Palestina do Movimento Internacional para a Defesa das Crianças disse, em um comunicado, que "o exército de ocupação israelense usa a arma de rifle 22", negando as alegações israelenses de que a arma é um método "não letal".

 

O comunicado acrescentou que o movimento (fundado em Genebra em 1979) documentou "uma série de crianças vítimas, que foram assassinadas com a arma de rifle 22 pelo exército de ocupação israelense".

 

O .22 Long Rifle ou simplesmente .22LR (designação métrica: 5,6 × 15 mmR) é uma variedade de munições rimfire de calibre .22LR há muito estabelecida nos Estados Unidos. É usado em uma ampla variedade de rifles, pistolas, revólveres, espingardas de cano liso e metralhadoras.

 

O movimento explicou que a última vítima desta arma foi "o menino Ali Abu Alia (15 anos) da aldeia de Mughayir ao norte de Ramallah, que foi morto no mês passado (novembro), durante manifestações que eclodiram na aldeia."

 

Mencionou também o caso do assassinato da criança de 17 anos, Qusay Al-Ammor, da cidade de Tuqú, na governadoria de Belém (sul), em 16 de janeiro de 2017, em frente às câmeras, durante confrontos que estouraram na cidade.

 

Ele enfatizou que "quando um soldado israelense treinado atira balas vivas em uma pessoa e atinge as partes superiores de seu corpo, isso é considerado uma persistência na matança, e não há espaço aqui para falar sobre um erro na correção, conforme alegado pelas forças de ocupação. "

 

Em um relatório anterior da organização israelense de direitos humanos B'Tselem, as autoridades de ocupação alegaram que estão usando armas "Roger" como um meio "não letal" para interromper as manifestações.

 

Desde o início deste ano, 8 crianças palestinas, com idades entre 13 e 17 anos, foram assassinadas a tiros pelo exército israelense, segundo dados internacionais de direitos humanos.

 

Fonte: Day of Palestine

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.