Sábado, 08 Agosto 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Segundo ativistas, cerca de 1000 palestinos foram detidos por Israel em 2020

Israel deteve cerca de 1300 palestinos de janeiro até o momento, incluindo menores e mulheres, enquanto há 5000 detidos em prisões naquele país, denunciaram hoje os defensores dos direitos humanos.

Essas prisões continuaram mesmo no mês de março, sob as ameaças da pandemia de Covid-19, que também causa estragos na quase inabitável Faixa de Gaza e Cisjordânia, ativistas condenados citados pela agência Wafa.

Eles também rejeitaram o fato de que mais de 200 sofreram o mesmo destino sem acusações contra eles, nem a condução de um julgamento em conformidade.

Do total de presos, 26 estão detidos sob o regime de Tel Aviv desde antes de 1993, ou seja, por mais de 30 anos e outros por duas décadas, acrescentaram.

A Autoridade Palestina (AP) e várias organizações, incluindo a Liga Árabe, exigiram a libertação desses presos, especialmente por causa do perigo que enfrentam atrás das grades em um país com cerca de 15000 pessoas infectadas com SARS-CoV 2 e que não oferece garantias para sua saúde.

Em particular, o órgão regional solicitou assistência especializada a todos, a fim de protegê-los contra pneumonia letal, além da liberação urgente dos mais vulneráveis, sob as regras do Direito Internacional Humanitário.

Sob a constante ameaça da ocupação israelense e sua política de apartheid, os filhos desse povo também enfrentam a ameaça representada pela pandemia, alertou o portal on-line Palestino.

Defender esses prisioneiros e exigir sua libertação imediata não é apenas uma necessidade humanitária no momento em que suas vidas estão em perigo devido à crise de saúde desencadeada pelo novo coronavírus, mas é um imperativo político para todos aqueles que se preocupam com a justiça segundo a matéria.

A ausência de medidas de higiene - destacou - e de tratamento médico, a má alimentação, colocam esse grupo humano em uma situação séria diante da pandemia.

 

Fonte: Agencia Prensa Latina

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.