Domingo, 27 Setembro 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Clube Brasil Palestina

Soldado israelita de licença é filmado a incendiar campos palestinos, exército e polícia deixam-no à solta

A organização israelita B'Tselem divulgou um vídeo que mostra um grupo de colonos israelitas atacando aldeões palestinos e incendiando os seus campos a 17 de Maio, e conseguiu identificar um dos incendiários como um soldado israelita de licença

Segundo o B'Tselem (Centro Israelita de Informação sobre os Direitos Humanos nos Territórios Ocupados), na sexta-feira, 17 de Maio de 2019, colonos paramilitares israelitas incendiaram os campos de agricultores palestinos em Burin e Asirah al-Qibliyah. Nas duas aldeias, os colonos apedrejaram as casas dos moradores.

Em Asirah al-Qibliyah, onde a área é controlada por torres de vigia militares, um colono até disparou tiros para o ar. Soldados que se encontravam próximo não prenderam os atacantes e impediram os palestinos de se aproximarem dos seus campos em chamas.

A seguir ao ataque, os militares israelitas publicaram um comunicado que afirmava que os incêndios tinham sido ateados por palestinos. Esta versão dos acontecimentos, facilmente desmentida, foi depois repetida acriticamente pela comunicação social israelita e estado-unidense.

O ataque ocorreu a cerca de um quilómetro do colonato de Giv'at Ronen, e os colonos paramilitares israelitas que participaram no ataque aparentemente vieram do colonato de Yitzhar.

O incêndio ateado pelo soldado israelita é especialmente perturbador porque ocorreu durante um período extremamente seco em Israel e na Palestina Centenas de hectares arderam em Israel nas últimas semanas e as queimadas estavam proibidas em todo o país para tentar impedir mais incêndios. As consequências do fogo posto poderiam ser muito graves.

Os palestinos afectados pelo crime de 17 de Maio afirmam ter pouca esperança de que os criminosos sejam processados, dado o historial das forças armadas israelitas, que muito raramente actuam em casos de crimes contra palestinos.

Por seu lado, o jornal israelita Haaretz informa que exército de ocupação conhece a identidade do colono filmado pelo B'Tselem, e duas fontes dos serviços de segurança confirmaram os detalhes, dizendo que o soldado estava de licença quando ocorreu o incêndio. No entanto, as forças armadas israelitas alegaram que o incidente seria tratado pela polícia israelita, que afirmou que ainda não prendeu o criminoso, embora ele esteja claramente identificado.

 

Fonte: Movimento Pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente MPPM

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.