Sábado, 07 Dezembro 2019

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

Soldados israelenses assaltam e saqueiam as casas de palestinos que morreram na prisão por câncer

O Exército de Israel atacou e revistou a casa de um palestino que morreu na prisão por câncer enquanto mantinha toda a família como refém em uma sala depois de interrogá-los.

Soldados israelenses invadiram a casa da família de um palestino que morreu recentemente de câncer enquanto estava sob custódia de Israel, o saquearam e detiveram seu irmão, segundo membros da família.

Soldados invadiram a casa do prisioneiro falecido Sami Abu Diyak, na vila de Silat al-Dahr, no norte da Cisjordânia, revistaram e saquearam enquanto mantinham toda a família refém em uma sala após interrogatório, disse Ragheb Abu Diyak, um membro da família.

Ele disse à agência palestina WAFA que os soldados também prenderam o irmão de Abu Diyak, Salah, sem dar qualquer motivo para o ataque à casa da família enlutada ou a prisão de Salah.

Abu Diyak, 36, morreu na prisão por câncer em 26 de novembro. Ele foi preso em 17 de julho de 2002 por resistir à ocupação israelense e foi condenado a três penas de prisão perpétua, das quais passou 17 anos atrás das grades antes de sua morte. Ele foi diagnosticado com câncer intestinal em setembro de 2015. Os palestinos atribuem sua morte a negligência médica enquanto esteve na prisão.

Apesar de sua morte por câncer, o exército israelense ainda mantém seu corpo e se recusa a entregá-lo à família para um enterro adequado.

 

Fonte: J.A.G., Diario 16 - Spain

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2019 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.