Quarta Feira, 14 Abril 2021

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Política Agressiva

Um prisioneiro palestino é impedido de encontrar sua família

Omar Kharwat, 49, de Hebron, foi detido em Hasharon como prisioneiro por um mês em condições miseráveis de detenção, de acordo com a Comissão de Assuntos de Detidos e Ex-detidos.

A comissão afirmou que a administração da prisão de Hasharon viola deliberadamente os direitos de Kharwat e o maltrata, tendo suas mãos e pés amarrados toda vez que é levado para a sala de isolamento, mencionando que só permite que ele saia por uma hora durante todo o dia.

Kharwat foi impedido de entrar em contato ou encontrar seus parentes desde março passado.

O tribunal não realizou nenhuma sessão para Kharwat para identificar os motivos que levaram ao seu isolamento.

Ele foi isolado primeiro na prisão Ramon, prisão Gilboa, Aylon, e depois na prisão Majdo. 

Posteriormente, as autoridades israelenses ordenaram o fim de seu isolamento, que durou 8 meses.

Eles o levaram para Shata para isolá-lo novamente para discussões triviais e falsas. 40 dias após o fim de seu isolamento, eles o detiveram em Hasharon.

Omar Kharwat está detido desde 2002 e condenado à prisão perpétua.

 

Fonte: Safa

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2021 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.