Domingo, 20 Outubro 2019

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

UNRWA diz que 30 por cento dos refugiados da Palestina na Jordânia estão altamente vulneráveis

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina (UNRWA) afirmou que 30 por cento dos refugiados da Palestina que deixaram a Síria e entraram na Jordânia estão “altamente vulneráveis”

Em seu apelo de Emergência de Crise Regional da Síria de 2019, a organização disse que 31% das famílias de refugiados são chefiadas por mulheres. E que 100 por cento dos refugiados precisam de “assistência para a inverno” antes do início do tempo frio.

Há agora 17.719 refugiados palestinos que fugiram da Síria vivendo na Jordânia, acrescentou a ONU, um aumento frente aos 16.951 de 2018.

Seu órgão internacional que trata dos assuntos de refugiados da Palestina, a UNRWA, precisa de US $ 276.902.971 para continuar a prestar seus serviços.

“Mais de 120.000 refugiados palestinos da Síria fugiram do país, incluindo mais de 29.000 atualmente no Líbano e 17.719 na Jordânia”, disse a UNRWA.

“Muitos deles no Líbano e na Jordânia enfrentam uma existência precária e marginalizada, devido ao seu status legal incerto e mecanismos limitados de proteção social, tornando-os fortemente dependentes da UNRWA”, disse a organização internacional.

 

Fonte: Middle East Monitor

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2019 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.