Domingo, 14 Agosto 2022

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Documentos internacionais e decisões legais

URGENTE: Israel poderá tornar apátridas os cidadãos Israelenses que não forem "leais ao Estado".

A partir de agora, quem não for considerado leal o suficiente ao Estado pelo Apartheid de Israel poderá ter sua cidadania cassada

URGENTE: Israel poderá tornar apátridas os cidadãos Israelenses que não forem "leais ao Estado".

 

Brasília, 21 de julho

 

O preço do passaporte é a eterna obediência.

A partir de agora, quem não for considerado leal o suficiente ao Estado pelo Apartheid de Israel poderá ter sua cidadania cassada.  

 

De acordo com a decisão de hoje da Suprema Corte israelense, segundo a REUTERS, "o Estado pode revogar a cidadania de pessoas que realizam ações que constituem uma quebra de confiança contra o Estado, incluindo terrorismo, espionagem ou traição."

 

 Ainda segundo a REUTERS: "A decisão abordou uma Lei de Cidadania de 2008 em Israel que dá ao Estado autoridade para revogar a cidadania com base em ações que constituem uma 'quebra de lealdade' "

 

Entidades de direitos humanos israelenses e palestinas destacam o caráter racista da decisão, que será usada em prejuízo principalmente dos palestinos que possuem cidadania israelense.

 

Há, em muitos lugares, situações nas quais é possível suspender a cidadania de alguém que já disponha de mais de uma delas. A decisão israelense, no entanto, permite que um condenado se torne um apátrida (pessoa sem cidadania alguma) por consequência desta punição.

 

A medida pode aprofundar a segregação no mais violento projeto colonial contemporâneo. Pode ainda representar uma grave ameaça às liberdades dos detratores, palestinos ou não, do regime. 

 

Afinal, o que será definido como "quebra de lealdade"? O israelense que se recusar a matar crianças palestinas, por exemplo, também será considerado um traidor da pátria? 

 

Conseguirá o fechamento do regime de Tel-Aviv silenciar seus opositores palestinos e israelenses?

 

Com informações da agência REUTERS.

https://www.reuters.com/world/middle-east/israels-supreme-court-rules-disloyal-citizens-can-be-stripped-status-2022-07-21/

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2022 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.