Segunda Feira, 03 Agosto 2020

Linguagem Selecionada: PORTUGUÊS BR

Inicio > Posts > Terrorismo Israelense

Violações israelenses são a maior ameaça à biodiversidade palestina, dizem organizações

Marcando o Dia Mundial do Meio Ambiente, que coincide em 5 de junho com o tema "Biodiversidade", o Escritório Central de Estatísticas da Palestina (PCBS) e a Autoridade de Qualidade do Meio Ambiente (EQA) acusaram a ocupação israelense em uma declaração conjunta publicada hoje de ser a principal causa deterioração da biodiversidade nos territórios palestinos ocupados.

A biodiversidade na Palestina sofre grandes ameaças e perigos, que podem levar à extinção de muitos organismos vivos e seu desaparecimento muito rapidamente se as medidas necessárias não forem tomadas para detê-los e seus impactos, disseram eles.

Entre essas ameaças estão a contínua ocupação israelense das terras palestinas, recursos naturais e atividades relacionadas, como o estabelecimento de assentamentos israelenses em terras verdes e reservas naturais, a construção de estradas secundárias, a construção da parede de anexação e expansão, bem como o resultado dessas atividades israelenses de demolir terras florestais, extração de madeira, fragmentação, habitats de fragmentação e ambientes naturais, a mudança de populações em áreas de vida selvagem, além de colocar muitas espécies na lista de espécies ameaçadas de extinção.

O PCBS e a EQA também atribuíram a ameaça à biodiversidade palestina às espécies exóticas invasoras, sejam aves ou plantas, que habitam habitats naturais e ecossistemas frágeis e vulneráveis que não existiam na Palestina.

Essas espécies exóticas invasoras, disseram eles, causam uma ruptura nos ecossistemas e causam grandes impactos nas comunidades selvagens de plantas e animais, além da falta de serviços que prestam, além de esgotar as fontes ambientais naturais, como pesca excessiva, sobrepesca e extração de madeira como poluição resultante de atividades humanas, como resíduos sólidos, resíduos agrícolas e uso excessivo de pesticidas, além da poluição com águas residuais.

Outras contribuições para as ameaças incluem a desertificação e a consequente deterioração das terras produtivas e férteis e a falta de produção de alimentos e assim, fraca segurança alimentar nacional, além de fraca pesquisa científica relacionada à diversidade biológica, fraca conscientização do público sobre a importância da diversidade biológica e sua sustentabilidade para as gerações futuras, a escassez de recursos financeiros e o fracasso em alocar um orçamento para a conservação de diversidade biológica e seus componentes.

 

Fonte: Agência Wafa

Tradução: IBRASPAL

  • Gravatar - Post by
    postado por: IBRASPAL
  • postado em:
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Copyright © 2020 IBRASPAL - Instituto Brasil Palestina. All Rights Reserved.